24.11.09

Shampoos, Xampus e Lady Gaga

Hoje foi minha visita mensal a uma farmácia. Desde que virei planejamento faço isso. É uma forma de entender como o mercado está vendendo o corpo para as pessoas. É bem legal fuçar todas as prateleiras, observando embalagem, formas e conceitos de produtos. É bom, principalmente, para entender o que é obsolescência planejada na prática. Em 6 meses, tudo muda. Mas a melhor parte é poder conversar com o farmacêutico, e perguntar qual o medicamento que mais está vendendo. (Quando você souber qual é, fica fácil descobrir porque as farmácias são essa bagunça de mensagens.)

Mas hoje algo quebrou a rotina. Eis que me deparo com uma linha de xampus gringos, da Herbal Essences, com rótulos no mínimo divertidos:





Não é novo pois várias empresas brincam com nomes engraçadinhos há anos. A Lush, por exemplo. A questão é que esses nomes engraçadinhos eram mais - com o perdão da palavra - alternativos, e não eram encontrados em farmácias. Eram nicho. Uma pena e um alívio estarem em inglês. Não teria muita graça um xampu que se chama Não É Do Seu Friso. Ou então Totalmente Retorcido. Pior ainda seria a tradução do trocadilho com drama queen, que seria Drama Limpo.

Tem coisas que só fazem sentido em inglês. Melhor deixar como estão, inclusive deixar xampu como shampoo. Ou você realmente acha que precisa saber o que a Lady Gaga quer dizer com as músicas dela?

2 comentários:

  1. o que a lady gaga quis realmente dizer com a música dela?

    ResponderExcluir
  2. Então, Paulo, essa é a pergunta que tb me faço. O_o

    ResponderExcluir